BatalhaReisk 226x420 

DOS ROMANOV A LENINE
Relatórios de JAIME BATALHA REIS sobre a sua saída da Rússia em 1918

Jaime Batalha Reis
Introdução de Pedro Aires Oliveira

Ao longo do ano de 1917, a Rússia foi palco de extraordinários tumultos políticos e sociais. A dinastia que a governava há mais de 300 anos saiu de cena e deu lugar a um sistema de poder instável, que se ressentiu das perspetivas antagónicas dos vários actores revolucionários russos relativamente à continuidade do país na guerra. Depois da mal sucedida ofensiva de Kerensky (Junho-Julho), a cidade de Petrogrado esteve na iminência de ser capturada pelo exército alemão. Numa atmosfera de privações, pânico e anarquia generalizada, as imunidades dos agentes diplomáticos e legações estrangeiras deixaram de estar garantidas. Entre estas contava-se a representação da República portuguesa, chefiada pelo veterano diplomata Jaime Batalha Reis.


Cem anos volvidos sobre estes acontecimentos, impunha‑se uma reedição dos relatórios em que o ministro de Portugal dá conta das circunstâncias atribuladas da sua saída da Rússia, num comboio diplomático rumo a Murmansk. Um estudo introdutório do historiador Pedro Aires Oliveira lança nova luz sobre as vicissitudes da sua missão em terras russas, numa conjuntura crítica do século XX.

Edição #66
Colecção Fósforo #06

Lisboa, Novembro 2017
Introdução Pedro Aires Oliveira
Transcrição Margarida Lages
Design e logótipo convidado José Teófilo Duarte
Mapa Anyforms
Revisão Pedro Aires Oliveira
Tradução Benita Ferreira
Composto em caracteres Rongel sobre Coral Book Ivory 100 g
Capa em cartolina chromocard 260 g
ISBN: 978-989-8688-57-6
10,5 x 21 cm, 128 páginas

Edição conjunta com a Associação dos Amigos do Arquivo Histórico­-Diplomático e o Instituto Diplomático, com o apoio do Instituto de História Contemporânea.

PVP 12,6 (desconto de 10% sobre o PVP 14 €)


Veja como encomendar.